Tumba egípcia antiga perdida por décadas é redescoberta em Luxor - Egito Antigo

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Tumba egípcia antiga perdida por décadas é redescoberta em Luxor

Tumba egípcia antiga perdida por décadas é redescoberta em Luxor
O Ministério Egípcio de Antiguidades anunciou a redescoberta do túmulo TT 209 em Assasif na margem oeste do Nilo, em Luxor.

O túmulo foi descoberto pela primeira vez no ano de 1904 por Sir Robert L. Mond mas ele não identificou o nome original do proprietário do túmulo nem descreveu seu estilo arquitetônico.

Desde que foi mencionado em "Um catálogo topográfico dos túmulos privados de Tebas, por Alan H. Gardiner e Arthur EP Weigall" em 1913, o nome do proprietário do túmulo mudou algumas vezes.

No início, o proprietário foi referido como "Hatashemro", então na década de 1950, foi mencionado como "Seremhatrekhyt", embora mais tarde, acreditava-se que este era um título do dono do túmulo e não o seu nome.
Interior da tumba egípcia antiga perdida por décadas redescoberta em Luxor
Desde a década de 80, a tumba foi enterrada sob a areia e que não foi encontrada até a redescoberta pela missão espanhola da Universidade de Laguna dirigida pelo Dr. Miguel Á. Molinero Polo.

Os estudos preliminares da missão espanhola descobriram que o túmulo é datado da 25ª Dinastia Egípcia e pertence a uma pessoa chamada "As-m-ra Ashemro".

Esta descoberta é de grande importância, uma vez que adiciona um novo nome para a história do Egito Antigo bem como revelando mais sobre a 25ª Dinastia.

Dr. Miguel Molinero Polo disse que os estudos em curso sobre o túmulo vão mostrar os diferentes títulos do proprietário do túmulo, bem como fazer um plano claro e abrangente da arquitetura da tumba.

Fonte: Luxor Times
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal