Restos de batalhas do Egito contra hicsos foram encontrados no Sinai - Egito Antigo

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Restos de batalhas do Egito contra hicsos foram encontrados no Sinai

Restos de batalhas do Egito contra hicsos foram encontrados no Sinai
Uma missão do Ministério de Antiguidades egípcias descobriu os restos de grandes estruturas administrativas que remontam à época dos hicsos a cerca de 3 km a leste do Canal de Suez em Tell El Huba, Qantara no norte do Sinai. As estruturas de tijolo de barro consistem de dois andares e várias salas.

Foram encontrados também esqueletos humanos e de animais dentro desses prédios que remonta ao tempo dos hicsos. Muitos dos esqueletos humanos foram esfaqueados com lanças o que comprovam às duras batalhas que foram travadas no local entre o exército egípcio liderado por Amósis e os invasores do leste até serem derrotados e expulsos do Egito.

A missão encontrou uma série de compartimentos que pertenceram ao exército egípcio, bem como celeiros, alguns deles circulares de 4m de diâmetro e outros retangulares de 30 metros por 4 metros datam de Tutmés III e Ramsés II . A capacidade estimada dos celeiros era de 280 toneladas, o que dá uma ideia sobre o grande número de membros do exército egípcio na época do Império Novo.
Restos de batalhas do Egito contra hicsos foram encontrados no Sinai
Um projeto vai ser criado para preservar e proteger as estruturas e fortalezas descobertas com o mais antigo sistema de defesa. O local será preparado para ser um museu a céu aberto da história militar expandindo por 7 km² como uma parte do projeto de desenvolvimento turístico do canal de Suez.

Dr. Mohamed Abd El Maqsoud, chefe da missão, disse que os restos e vestígios de um grande incêndio em muitos dos edifícios na cidade durante as batalhas confirmam o que está descrito no papiro Rhind no Museu Britânico que Amósis atacou o castelo de Tharo ou Tjaru em Tell el Huba e conquistou a cidade.

A missão também encontrou restos vulcânicos pertencentes ao vulcão de Santorini, no Mar Mediterrâneo, que causou o primeiro tsunami conhecido no velho mundo cerca de 3500 anos atrás, resultando na submersão de grande parte da costa do Sinai, Delta e alguns dos locais incluindo Tell El Huba.
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal