Amonet - Deusa egípcia - Egito Antigo

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Amonet - Deusa egípcia

Amonet era uma deusa da mitologia egípcia, sendo a versão feminina do deus Amon. O seu nome significa "A fêmea Oculta".

Esta deusa surgiu na época do Império Médio, era simplesmente a forma feminina do próprio nome de Amon. Portanto, é provável que ela nunca tenha sido uma divindade independente, mas foi criada como sua contraparte feminina, tendo o seu culto se consolidado durante a época do Império Novo.
Amonet deusa egípcia
Nascimento
Região de Tebas
Parentesco
Forma feminina de Amon
Na cosmogonia proposta pela Ogdóade de Hermópolis, Amonet era a esposa de Amon. Ambos representavam o intangível, o oculto e o poder que não se extingue. Nesta cidade era representada como uma mulher com cabeça de rã.

Na cidade de Tebas, onde era representada como uma mulher que usa a coroa vermelha do Baixo Egito, foi substituída pela deusa Mut como esposa de Amon.

Outra possível forma de representá-la era na forma de vaca.

Amonet desempenhava um importante papel nas cerimônias de entronização do faraó, bem como nas festas de Heb-Sed (jubileu real, geralmente celebrado após trinta anos de reinado), onde era por vezes acompanhada pelo deus Min.

No templo de Amon em Karnak, o faraó Tutancâmon mandou erguer uma estátua da deusa com Amon.

Para os gregos, Amonet foi identificada com a deusa Atena.
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal