Hotepsekhemui - Faraó do Egito Antigo - Egito Antigo

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Hotepsekhemui - Faraó do Egito Antigo


Hotepsekhemui é o nome de hórus do primeiro rei da II dinastia egípcia e significa "os dois poderes estão em paz".

Maneton atribui-lhe um reinado de trinta e oito anos, o que não pode ser comprovado dada à falta de informações sobre este rei. A maior parte dos investigadores modernos considera mais provável um reinado de quinze ou de vinte e cinco anos. Jürgen von Beckerath situa o seu reinado entre os anos de 2828-2800 a.C., enquanto que para Jaromir Malek ele teria governado entre 2793-2765 a.C.
Faraó do Egito
Hotepsekhemui - Faraó do Egito
Reinado
2926 a.C. a 2888 a.C.  2ª Dinastia
Predecessor
Sucessor
Título Real
NomeHotepsekhemui
Nome de Hórus
Hotepsekhemui
Esposa(s)
(?)
Pai
(?)
Não se sabe que relação este monarca tinha como Kaa, o último soberano da I dinastia. Pode ter sido o seu filho ou ter casado com uma filha sua de modo a assegurar a legitimidade real. O que se sabe é que Hotepsekhemui conclui o túmulo do seu antecessor em Abidos devido à descoberta de selos com o seu nome no túmulo de Kaa.

Necrópole de Hotepsekhemui em SaqqaraO nome de Hórus deste rei (o mais importante dos nomes da titularia real egípcia nesta época) pode aludir a uma tentativa de pacificação entre o Alto e o Baixo Egito, regiões que estavam envolvidas em conflitos. Os "dois poderes" referidos seriam o deuses Seth e Hórus, deuses padroeiros de cada uma das regiões.

Segundo Maneton, durante o reinado de Hotepsekhemui verificou-se um sismo na cidade de Bubástis, que abriu uma fenda na terra.

Hotepsekhemui abandonou Abidos como necrópole real, optando por Saqqara, a necrópole real da cidade de Mênfis. Do seu túmulo, descoberto no ano de 1902 por Barsanti, conhece-se apenas a parte subterrânea, composta por uma série de galerias escavadas na rocha (desconhece-se se existiu uma estrutura superior).
Precedido por
Faraós do EgitoSucedido por
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal