Theodore Monroe Davis - Egito Antigo

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Theodore Monroe Davis

Theodore Monroe Davis - Egiptólogo
Theodore Monroe Davis nasceu em Nova York no ano de 1837. No início de sua carreira, ele trabalhou como advogado e banqueiro em Nova York e Rhode Island. Em 1889, Davis começou a passar suas férias no Egito. Como queria fazer algo produtivo durante as férias, decidiu em 1903 fornecer fundos para a exploração e escavação no Vale dos Reis, em troca da permissão para supervisionar os trabalhos. De 1903-1912, Davis dirigiu muitas escavações e contribuiu significativamente para o conhecimento do Vale dos Reis.

Seu inspetor-chefe, Howard Carter, influiu em sua decisão de trabalhar no Vale dos Reis. Carter aproveitou a oportunidade para inspirar Davis com planos para encontrar o túmulo de Tutmés IV. A possibilidade de uma grande descoberta fez que Davis construísse uma casa na entrada da Royal Wadi.

Mas Carter não se dava bem com Davis e deixou a James Quibell a responsabilidade do vale. Em 1905, Quibell descobriu a importante tumba de Yuia e Tuia (KV46), mas porém também se desentendeu com Davis. Arthur Weigall foi enviado para substituir Quibell mas rapidamente percebeu que não queria gastar seu tempo de inspetor cavando e deixou Davis para contratar Edward Russell Aryton em 1906. Foi nessa época que Davis fez as suas maiores descobertas. Foram descobertos os túmulos de Saptah, Horemheb (KV57), e muitos túmulos inacabados e entradas de sepulturas. Aryton também foi logo substituído por Harold Jones, que foi substituído por Harry Burton, após sua morte. Burton foi o último inspetor-chefe que trabalhou com Davis.

Theodore Monroe Davis no Vale dos Reis
Theodore Monroe Davis no Vale dos Reis

Os muitos artefatos que Davis descobriu no vale e em áreas próximas a ele estão hoje expostas no Museu Egípcio, no Cairo, no Museu Britânico em Londres e o Museu Metropolitano de Arte, em Nova York. Davis publicou seis volumes sobre suas descobertas no Vale dos Reis, porém muita informação ainda não foi publicada e está no Museu Britânico.

Davis morreu na Flórida, em 1915.

Lista de escavações

  • 1901: KV44
  • 1902: KV45
  • 1903: KV20, KV43, KV46, KV60.
  • 1905: KV2, KV19, KV22, KV46, KV47, KV53.
  • 1906: KV48, KV49, KV50, KV51, KV52.
  • 1907: KV10, KV54, KV55.
  • 1908: KV56, KV57.
  • 1909: KV58
  • 1910: KV61
  • 1912: KV3
  • 1913: KV7
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal