XXVI Dinastia egípcia - Egito Antigo

Ir para o conteúdo

Menu principal:

XXVI Dinastia egípcia


XXVI dinastia egípcia faz parte da chamada Época Baixa e teve, basicamente como aspectos políticos principais: a manutenção do equilíbrio do poder fazendo acordos e apoiando os rivais da potência dominante num dado momento; e tentativas de refazer as conquistas do Império Novo, principalmente na Síria.

Assim, Psamético I apoiou a Lídia e a Babilônia contra a Assíria até a queda desta depois de 620 a. C., depois uniu-se a Assíria e começou a apoiar os inimigos da Babilônia, até a Pérsia se tornar a principal potência.
Os sucessores de Psamético empreenderam campanhas para aumentar sua influência no oriente próximo, principalmente na Síria, até serem rechaçados por Nabucodonosor II, rei da Babilônia. E, com a ajuda de mercenários gregos, o faraó Apries retomou as tentativas de conquistar a Babilônia, mas no final quem acabou conquistado foi o Egito pela Pérsia, com o rei Cambises II enviando o faraó Psamético III acorrentado para Susa.

Lista de faraós
#NomeInício do GovernoFim do Governo
Notas
01
Necho I

672 a.C.
664 a.C.

02
Psamético I
Psamético I
664 a.C.
610 a.C.

03
Necho II
Necho II
610 a.C.
595 a.C.

04
Psamético II
Psamético II
595 a.C.
589 a.C.

05
Apriés
Apriés
589 a.C.
570 a.C.

06
Amásis
Amásis
570 a.C.
526 a.C.
07
Psamético III
Psamético III
526 a.C.
525 a.C.
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal